Saúde Infantil
O Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia (Into), órgão ligado ao Ministério da Saúde alerta: crianças que carregam mochilas muito pesadas correm o risco de sentirem dores nas costas, desenvolver postura incorreta e apresentar desvios na coluna vertebral.

O peso exagerado gera uma sobrecarga mecânica no corpo dos estudantes. O material muito pesado leva a criança a fazer um esforço além do que ela poderia suportar, o que pode trazer transtornos, como estresse muscular e dores.

O ideal seria que as crianças levassem mochilas com rodinhas, para evitar problemas de coluna. Caso os alunos resistam às rodinhas, o peso das mochilas não deve ultrapassar o limite de 10% do peso da criança.

Outra recomendação do Into é que as mochilas sejam carregadas com as alças nos dois ombros, nunca só em um deles, para que a carga fique distribuída na região central mediana do corpo. 

Cuidados:
  • Recomenda-se que os pais estejam atentos às queixas de dores seus filhos ;
  • Os exercícios físicos, especialmente esportes aquáticos, aumentam a resistência muscular das crianças;
  • Outra dica é levar as crianças pelo menos uma vez por ano ao pediatra. Somente o médico pode ajudar a detectar doenças comuns na fase de crescimento, como a escoliose, um desvio na coluna que apresenta poucos sinais durante o aparecimento.

 

HOSPITAL DA BALEIA

Assistência de qualidade a pacientes e desenvolvimento profissional para colaboradores.


Contato

Rua Juramento, 1464, Belo Horizonte / MG / Brasil.
Email : ouvidoria@hospitaldabaleia.org.br
Telefone: 31 3489 1500
CEP. 30.285-048
Consultas: 31 3465 5800

GALERIA

REDES SOCIAIS